Como aproveitar a piscina no final de semana

Hoje é sexta-feira, e todos se animam para o final de semana. Mas, se você for pegar uma piscina, é importante tomar certo cuidados para que você possa aproveitar da maneira correta. Confira as nossos dicas.

  • Filtro Solar: É super importante que você passe filtro solar antes e depois da piscina, principalmente se você for entre as 10h a 16h, horários onde os raios UV estão altos.
  • Toalha seca: É sempre importante estar com uma toalha seca, pois se você ficar muito tempo com a roupa molhada, isso pode lhe trazer uma infecção urinária ou até mesmo um resfriado.
  • Muda de roupa: Como já disse anteriormente, a roupa molhada pode trazer complicações para sua saúde. É de grande importância você levar uma muda de roupa seca, para colocar depois da piscina.
Estas foram nossas dicas para você curtir bem o final de semana na piscina, boa sexta feira a todos.

História e Importância das Piscinas

A palavra piscina significa, em latin, ”viveiro de peixes”. Também recebe a definição de “grande tanque com instalações próprias, para a prática de natação e de outros esportes aquáticos”.Outra definição é: o conjunto de instalações destinadas ao banho específico e prática de esportes aquáticos, compreendendo os equipamentos de tratamento de água, casa de máquinas, vestiários e quaisquer outras instalações necessárias.

A importância das Piscinas
Importância social: A piscina é considerada um lugar de encontro nas residências, escolas, prédios, condomínios, clubes, etc. Além disso, constitui-se em elemento arquitetônico importante nos dias atuais.

A natação é encarada como um elemento necessário à saúde, à recreação e ao equilíbrio psico-fisiológico.
A importância sanitária: A importância sanitária é evidente quando a utilização de piscinas coloca a saúde dos banhistas em risco,
que envolvem a transmissão de doenças e os acidentes. A manutenção da qualidade da água é a principal forma de impedir a transmissão de doenças aos banhistas, sendo a desinfecção a etapa mais importante para a garantia da qualidade microbiológica da água. E para ter essa qualidade garantida conte com o serviço de limpeza de piscinas da Sistema Manutenções.

 

As 10 piscinas mais impressionantes do mundo!!

1. Localizada em Cingapura, a borda infinita dá a impressão que as pessoas podem despencar do topo do arranha-céu

2. A maior piscina do mundo fica no Chile e ainda tem uma parte coberta por uma estrutura de vidro, no formato de uma pirâmide

3. Com 35 metros, a Nemo 33 fica em Bruxelas, na Bélgica, é considerada a piscina coberta mais profunda do mundo

4. Na Tailândia a piscina com tulipas desenhadas pelo revestimento, oferece uma vista incrível para Laos e a Birmânia

5. Em Utah, nos Estados Unidos, esta cratera natural tem 16 metros de profundidade e é preenchida com água quente

6. No Caribe, as espreguiçadeiras são integradas à piscina

7. Este tanque, no clube Bondi Iceberg, em Sidney, na Austrália, recebe água das ondas do mar, quando a maré está alta

8. O hotel Sarojin, na Tailândia, tem estas estruturas isoladas com pares de espreguiçadeiras dentro da piscina

9. No Taipa Island Resort, em Macau, na China, a piscina interna tem paredes de vidro e parece estar ligada ao tanque externo

10. Com vista para o mar, esta piscina localizada em Taiwan, tem 60 metros de comprimento

Que piscinas incríveis não é? Acho que todos gostariam de dar pelo menos um mergulho em cada uma delas!!

 

8 dicas de segurança das crianças nas piscinas

Confira abaixo as dicas de segurança para crianças nas piscinas, segundo o Conselho Científico de Segurança da Criança e Adolescente da Sociedade Brasileira de Pediatria:

1) A área de piscina deve estar cercada por uma grade de proteção de, no mínimo, 1,20 metro de altura, sendo trancada por portões automáticos (para que a criança não possa destravar essa porta de segurança);

2) Quando não estiver em uso a piscina tem que ser coberta por uma estrutura de material resistente, que seja capaz de suportar um peso de, pelo menos, 120 quilos, para não ceder.

3) O piso em volta da piscina tem que ser anti-derrapante para evitar quedas e escorregões;

4) Piscinas plásticas, de uso doméstico, quando não estão em uso devem ser guardadas sem água. Atenção porque um acúmulo de 30 centímetros de água são suficientes para afogar uma criança;

5) Se a criança tiver menos de 4 anos, tem que ter sempre um adulto perto dela, de preferência dentro da água, ou muito perto, ao alcance dos braços. Esse adulto tem que estar lúcido, não pode estar embriagado, e tem que estar totalmente dedicado a cuidar dessa criança;

6) É importante que na piscina tenha algum adulto capacitado para atendimento de primeiros socorros;

7) O uso do maquinário de manutenção e limpeza da piscina devem estar desligados enquanto as crianças estiverem na água;

8) Sobre o uso de equipamentos de segurança: Para uma criança com menos 4 anos, ela deve sempre estar usando um colete salva vidas de tamanho apropriado. Para a Sociedade Brasileira de Pediatria, neste caso o colete é melhor do que a bóia de braços, porque para eles, a bóia de braço pode ser facilmente retirada pelas crianças. Eles recomendam que essas crianças com menos de 4 anos usem o colete, mesmo que já tenham alguma noção de natação. Eles dizem para nunca usar as bóias “tipo pneu” porque elas não garantem a flutuação e podem escorregar do corpo da criança.

Aprenda como escolher o cloro para sua piscina

Chegou a hora de clorar sua piscina. Você sabe – ou já ouviu dizer – que a água precisa ser clorada para matar os microorganismos que causam doenças. Tudo bem, mas e todo esse palavrório de cloro orgânico, cloro inorgânico, cloro estabilizado o que quer dizer? É preciso fazer um curso de Química para entender tudo isso?

Claro que não, a Flipper explica pra você!

Cloro orgânico e Cloro inorgânico

A Química divide as substâncias em inorgânicas, aquelas que são formadas por elementos do reino mineral, como compostos de ferro, zinco, manganês (como óxidos, sulfatos, carbonatos), e as orgânicas, formadas pela combinação de carbono com hidrogênio, nitrogênio, enxofre e fósforo, que, acreditava-se no passado, eram exclusivas dos seres vivos (isto é, formavam as células dos órgãos de animais e vegetais). Exemplos de produtos orgânicos: álcool, amônia, ácido acético, acetona, éter.

Sob este aspecto da Química classificaríamos o cloro gás, o hipoclorito de sódio e o hipoclorito de cálcio como cloros inorgânicos e o dicloro (dicloro isocianurato de sódio) e tricloro (tricloro-s-triazina-triona) como cloros orgânicos.

Cloro estabilizado ou comum?

Cloro estabilizado tem um significado importante porque descreve o produto que libera, em reação com a água, o desinfetante ácido hipocloroso (HOCl), e também o ácido isocianúrico, um estabilizante do cloro, propriedade que os `cloros´ comuns não têm.

A importância da estabilização?

A água de uma piscina pode perder mais de 90% de todo seu residual de cloro em apenas 3 horas de sol. Isso quer dizer que você pode colocar cloro comum em sua piscina achando que ela vai permanecer protegida contra contaminações e depois de algumas horas ela (e todos seus usuários) estará desprotegida.

+ HOCl ——–> CLORO ESTABILIZADO

Quando o estabilizante de cloro (ácido isocianúrico ou tri-hidroxi-s-triazina) está presente – com apenas 50 partes por milhão – numa água exposta ao sol, a decomposição do residual de cloro livre causada pela luz ultravioleta do sol é reduzida em 70% ou mais.

Por isso faz sentido estabilizar a piscina com o estabilizante de cloro no início do tratamento (com 50 ppm) e utilizar um cloro estabilizado para fazer a cloração diária.

Desta forma a reposição do estabilizante na água – perdido junto com a água de retrolavagens, transbordamentos, carregada no corpo por banhistas – é feita automáticamente e a estabilização mantida por todo tempo. Além da segurança sanitária de manter a presença do cloro na água o dia todo, utilizando cloros estabilizados você terá economia de cloro, de corretivos para equilibrar o pH e a alcalinidade e da mão de obra envolvida.